quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Resenha - Bem Mais Perto

"Você nunca consegue conhecer alguém completamente, não importa o quanto ache que conheça."

Bem Mais Perto
Autor: Susane Colasanti
Editora: Novo Conceito
Páginas: 240
Ano: 2012
Resenha por: Laís Rodrigues

Sinopse: 
Quando Brooke descobre que o amor de sua vida, Scott Abrams, está se mudando do subúrbio de New Jersey para Nova York, ela decide segui-lo até lá. Viver com o pai ausente e se adaptar a uma escola totalmente nova são desafiantes para ela — e as coisas ficam ainda piores quando ela descobre que Scott já tem uma namorada. Mas como ela aprende a sobreviver na cidade grande, começa a descobrir todo um novo lado de si mesma e percebe que, às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele.

Leveza. Se eu tivesse que definir este livro com uma palavra, seria essa.

Brooke conta sua história de amor praticamente incondicional por Scott Abrams, decidindo se mudar para Nova York atrás dele. Só existe um porém, Scott mal sabe quem Brooke é.
Lembra-se daquele amor platônico de colégio, no qual os jovens só se olhavam, procuravam saber sobre a vida um do outro, mas na hora de dizer um ‘Oi’ travavam completamente? Pois bem, a história de Brook começa assim, no colégio admirando Scott há dois anos, mas sem trocar nenhuma palavra com ele. Quando trocam mais de meia dúzia de palavras pela primeira vez, ela descobre que ele irá se mudar para Nova York com sua família. Logo, a única escolha de Brooke é segui-lo, crente de que eles nasceram um para o outro.

A narrativa é leve, com uma linguagem muito tranquila e para adolescentes. As únicas ressalvas são de que a trama é tão linear a ponto de todas as previsões do leitor se confirmar página após página e de que a autora se contradiz na descrição das personagens, hora Brooke é uma garota com notas medianas e sua mãe cobra mais esforço dela, hora Brooke é um gênio, superdotada e não tira notas boas porque não quer.

A autora consegue conduzir uma trama sem emoção de forma que faz você querer ler. Gostei do fato do livro te dar vontade de lê-lo mesmo não tendo um enredo elaborado e com muitos conflitos. É um livro bem adolescente, para as mocinhas que ainda acreditam ser possível conquistar o mais bonito da escola e fazer ele se apaixonar por você.

Por fim, Susane Colasanti escreve um livro cor de rosa, de leitura rápida, sem compromisso, daqueles que a gente lê entre as edições de uma trilogia cheia de personagens, dragões, distopia ou algemas .

Laís Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. ^^