quarta-feira, 16 de maio de 2012

Resenha - Para Sempre

"...a mulher que eu amava aparentemente me odiava. E aquilo estraçalhava meu coração."

Para Sempre 
Autor: Kim e Krickitt Carpenter
Editora: Novo Conceito
Páginas: 144
Ano: 
2012


Sinopse: 
A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.

Oi Pessoal,

Fé e Persistência. São estes os responsáveis pela publicação do livro aqui resenhado, mas seria errôneo da minha parte dizer que só contribuíram para esse fim. Essa fé e persistência realizaram muito mais que um livro; Mantiveram uma família unida. O livro ou o filme só foram meios usados para divulgação dessa história de amor.

Kim e Krickitt se conheceram por um acaso do destino e após dois meses de casados, sofreram um acidente de carro que lesionou parte do cérebro de Krickitt. Ela perdeu sua memória recente (incluindo o seu romance/casamento) e sofreu alteração na personalidade. Agora você já consegue entender um pouco das palavras Fé e Persistência.

A história é contada por Kim, logo só podemos conhecer seu ponto de vista, que apesar de bem detalhado e de expor seus sentimentos, tudo soa seco, sem firulas, ele não permitiu que o leitor se envolvesse.
O Livro é bem curto, a escrita simples e não possui muitos diálogos, isso torna a leitura rápida.  

O momento do acidente e as horas que se sucederam foram angustiantes, a recuperação complicada e cheia de barreiras a serem superadas. Admiro a força de vontade do casal para manter o casamento regado de tantas dificuldades.

Kim e Krickitt são exemplos de vida e uma prova de superação, isso se deve muito aos preceitos cristãos que os dois seguem. Mas sabe quando você fica com a sensação de que eles só continuaram batendo na mesma tecla para não romper esses preceitos? Tenho minhas dúvidas sobre este tipo de amor.

Apesar de a história ser verídica e muito bonita, não me emocionou, absorvi ensinamentos como num autoajuda e só.
No fim das contas Kim só queria compartilhar sua história, não virar um escritor Best-Seller.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. ^^