quarta-feira, 9 de maio de 2012

Resenha - O Circo da Noite

"O Circo chega sem aviso. Nenhum anúncio o precede [...] Simplesmente está lá quando ontem não estava."

O Circo da Noite 
Autor: Erin Morgenstern
Editora: Intrínseca
Páginas: 387
Ano: 
2012


Sinopse: 
Sob suas tendas listradas de preto e branco uma experiência única está prestes a ser revelada: um banquete para os sentidos, um lugar no qual é possível se perder em um Labirinto de Nuvens, vagar por um exuberante Jardim de Gelo, assistir maravilhado a uma contorcionista tatuada se dobrar até caber em uma pequena caixa de vidro ou deixar-se envolver pelos deliciosos aromas de caramelo e canela que pairam no ar. Por trás de todos os truques e encantos, porém, uma feroz competição está em andamento: um duelo entre dois jovens mágicos, Celia e Marco, treinados desde a infância para participar de um duelo ao qual apenas um deles sobreviverá. À medida que o circo viaja pelo mundo, as façanhas de magia ganham novos e fantásticos contornos. Celia e Marco, porém, encaram tudo como uma maravilhosa parceria. Inocentes, mergulham de cabeça num amor profundo, mágico e apaixonado, que faz as luzes cintilarem e o ambiente esquentar cada vez que suas mãos se tocam. Mas o jogo tem que continuar, e o destino de todos os envolvidos, do extraordinário elenco circense à plateia, está, assim como os acrobatas acima deles, na corda bamba.

Oi Pessoal,
Este livro não é sobre uma história de amor, conflitos, amizade ou morte. Este livro não é sobre uma adolescente em crise, ou qualquer outro tipo de personagem. Este livro é sobre um circo. E os personagens são coadjuvantes que possuem suas histórias, seus romances, dramas e aventuras e estas se mesclam ao circo.

Aplaudo a criatividade da escritora, ela criou um cenário com perfeição, O Circo dos Sonhos, um lugar fascinante dominado pela ausência e a união de todas as cores – o preto e o branco. Um lugar que desafia as regras da física e faz seus sentidos aflorarem.  
É com maestria que Erin conduz o leitor a se perder num Labirinto de Nuvens, caminhar em um Jardim de Gelo ou brincar num Carrossel Vivo.

Célia e Marco formam os protagonistas do Circo da Noite, ambos possuem irreverentes instrutores que apreciam uma competição e dispõem seus alunos a duelar um contra o outro. É um jogo onde as regras não são ditas, não possui prazo de término e intuitivamente faz-se uso de habilidades, persistência e resistência. O circo é tanto o tabuleiro como as peças do jogo, só existe e se mantém por esse motivo.

Existem outros personagens e ainda uns que levam histórias paralelas ao circo, mas estas são breves.
A magia relatada tem base no poder da mente, não está em varinhas mágicas ou poções e os laços tem muito poder, são traçados ao inicio do desafio e isso reflete no futuro dos competidores.

Extremamente detalhista Erin, te envolve numa narrativa descritiva e muito lenta, em alguns momentos tive a sensação de ler algo à la Neil Gaiman. Talvez seu erro tenha sido não ter dado a devida atenção aos personagens.

O livro está no presente, fato que geralmente me incomoda, mas nesse caso achei a proposta interessante, pois em alguns curtos capítulos o narrador se dirige diretamente ao leitor e essa interação é similar a um jogo de Storyteller (RPG).  

Os capítulos são datados, mas não discorrem em ordem cronológica, no começo parece um pouco confuso, mas depois de um tempo você acaba se acostumando e já não precisa mais ver em que data está a história para se situar.

Não posso afirmar as intenções da autora, mas não creio que tenha sido um descuido exaltar tanto o circo ao invés do romance, essa não era a proposta do livro. A sinopse que causou tanto alvoroço realmente foi um erro.

Simpatizei com o personagem Bailey, apesar de não ter encontrado a exata conexão dele no desfecho. O final tem pontas soltas e sem muitos esclarecimentos. Não foi um Gran Finale, foi bem simples até, mas sentirei saudades de caminhar pelos sinuosos corredores que me levaram a tantas tendas encantadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. ^^