quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Resenha - A Estrada da Noite

"Mais cedo ou mais tarde os mortos nos alcançam"

A Estrada da Noite 
Autor: Joe Hill

Editora: Arqueiro
Páginas: 254
Ano: 
2007

Sinopse: 
Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta.
"Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."
Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.


Oi Pessoal,
É demorei um pouco mais do previa, mas a resenha está aí!!!

Não leio a sinopse dos livros, mas dei uma olhada nesse (bem por cima) e achei a temática diferente, mas o que me fez comprá-lo mesmo foi a promoção.

Eu estranhei um pouco o começo da leitura, talvez porque tivesse acabado de ler “A Guerra dos Tronos” e a diferença de escrita dos autores é grande.

O Autor começa a história sem rodeios, é bem direto, e todos os acontecimentos ocorrem de uma forma rápida, com capítulos e parágrafos curtos.
O protagonista atende pelo nome de Judas Coyne, um astro de rock com seus cinqüenta anos, que já passou por poucas e boas na vida e agora tem um fantasma para atormentá-lo. A história da vida de Judas é contada por meio de lembranças, que ocorrem no meio de alguma ação do próprio.
Um assunto abordado na obra, é o abuso sexual infantil e os danos psicológicos que podem ser acarretados.

A Estrada da Noite me lembrou os “Goosebumps” livros de terror para crianças, que antigamente eu comprava na banca de jornal (hoje esses livros são da Editora Fundamento). Mas quando eu o estava lendo no meu quarto a noite, confesso que fiquei com medinho, um barulho e eu já estava com o olho arregalado procurando a fonte. 

Não posso dizer como o autor “montou” o personagem Judas Coyne, mas como HeadBanger que sou, vi nesse personagem vários artistas do mundo do Rock mesclados. E o Joe Hill cita o tempo todo nomes como AC/DC, Ozzy, Metallica, etc.
No meio da leitura, fui buscar mais informações sobre o livro na internet, e descobri que o nome verdadeiro do autor é Joseph Hillstrom King. Deve ter modificado a assinatura para não ser comparado com o pai Stephen King (O Mestre do Terror). E acho que realmente não deve ser comparado, contando que esse é seu livro de estréia. 

Como desde o inicio tudo correu muito rápido, assim foi o final. Realmente não me importei muito na hora, mas agora parando para pensar, foi um desfecho meio batido.

É uma boa leitura, acho que só faltou um "que" a mais para completa-la. Nesses nossos tempos de vampiros e anjos a história do Joe Hill é bem original.

Um comentário:

  1. Um pouco pesado, não é meu estilo, mas parece ser bem escrito... isso é bom

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. ^^